Dicas para você começar a se mexer hoje mesmo

Abre-matéria

Saúde mental, emagrecimento, fim das dores musculares: os benefícios da atividade física são inúmeros. Então comece já!

Exercícios trazem bem-estar, dão uma turbinada na imunidade e podem proteger de doenças, reduzir medidas e aumentar a expectativa de vida. Mas praticá-los regularmente pode não ser tarefa tão fácil quanto parece. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 40,3% dos adultos são considerados insuficientemente ativos – ou seja, não praticam nenhum tipo de atividade física por, pelo menos, 150 minutos semanais, já considerando lazer, trabalho e deslocamento. Se você está engrossando essa estatística, saiba que não precisa correr meia maratona por dia para garantir todos os benefícios que uma vida ativa pode trazer. Basta adicionar um pouco de movimento à rotina.

E a tarefa não é tão desafiadora quanto parece. Para se ter ideia, a Organização Mundial da Saúde recomenda que adultos façam de 2,5 a cinco horas semanais de atividades moderadas (como uma caminhada) ou de uma hora e 15 minutos a 2,5 horas de atividades intensas (aula de natação, por exemplo), quando não houver contraindicação. “Que tal começar se exercitando duas ou três vezes por semana? Os dias de descanso também são importantes porque os ganhos da prática das atividades físicas acontecem após a atividade, ou seja, o organismo tem respostas até dois dias depois do exercício feito”, explica Luiz Carnevali, especialista em fisiologia do exercício e em biomecânica e cinesiologia, mestre e doutor pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP) e diretor técnico da Smart Fit.

Quer deixar o trajeto sofá-cadeira-cama para trás? Com o conhecimento e o plano certo, a atividade física vai passar a fazer parte da sua vida. Aqui, reunimos ideias para ajudar você nessa jornada. 

Mais motivação

Nem sempre tem ânimo para se mexer? Saber quais os benefícios reais de se movimentar pode ser um empurrão importante para adotar mudanças simples. Para trocar o elevador pela escada, entenda que o exercício:  

  • Retarda o processo de envelhecimento. De acordo com um estudo realizado pelos pesquisadores da Universidade de Birmingham e do King’s College, na Inglaterra, a atividade física mantém o corpo jovem e saudável porque breca a perda de massa muscular.
  • Te deixa mais feliz. Segundo estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos, apenas 15 minutos de caminhada ao dia reduzem os riscos de depressão em 26% porque a atividade contribui para a produção dos hormônios e neurotransmissores do bem-estar.
  •  um up na sua composição corporal. Sim, estamos falando de emagrecimento e menos dores. Praticar atividades físicas auxilia na perda de gordura corporal e no fortalecimento da musculatura, que são o sustento das articulações. Com isso você tem menos chances de sofrer com dores e lesões.
  • Melhora sua imunidade porque sua prática tem efeito direto sobre as células de defesa do corpo.

Os tipos de atividade física e seus benefícios

Para incluir exercícios físicos na rotina, entenda qual seu objetivo para, a partir disso, traçar um plano que faça seu corpo sofrer os estímulos certos, perceber esses estímulos no tempo ideal e responder a eles. “Qualquer atividade física mexe com seu organismo global, trazendo melhoras no batimento cardíaco, colesterol, açúcar no sangue, entre outros. Já a musculação, por exemplo, tem benefícios específicos”, explica Carnevali. Conhecendo as diferenças entre algumas modalidades, fica mais fácil definir o caminho a seguir: 

  • Musculação: trabalha grupos musculares de maneira mais específica. Você consegue direcionar seu treino para hipertrofia, emagrecimento ou combate de fraqueza, lesões e dores crônicas.
  • Exercícios aeróbicos, como correr, pedalar e dançar: têm o oxigênio como protagonista e costumam ser feitos por um período de tempo maior, o que faz com que seu corpo precise de mais energia. Esse tipo de treino aumenta sua capacidade cardíaca e pulmonar para suprir a energia do músculo a partir do consumo do oxigênio.
  • Funcional: são exercícios que trabalham todo o corpo. O treino funcional costuma se basear em movimentos naturais do corpo como pular, puxar e agachar. Além disso, você pode usar elásticos, cordas e bolas. Essa modalidade ajuda a aprimorar o condicionamento físico e aumenta a força e resistência do corpo.
  • HIIT (high-intensity interval training): o treino intervalado de alta intensidade tem como objetivo acelerar o metabolismo e promover a queima de gordura. Ele também melhora seu condicionamento físico.

Escolha a atividade física ideal para você

Exercícios em casa? Comece agora mesmo
iStock/iStock

A rotina frenética, a vida profissional ativa e a pandemia podem ser empecilhos na hora de praticar exercícios físicos. Por isso, ter a liberdade para se exercitar onde estiver e do jeito que você mais gosta é a chave para manter a motivação e continuar se movimentando. O Treine em Casa com a Smart Fit pode ajudar: a nova plataforma online reúne os melhores treinos da Smart Fit para você experimentar e escolher o que tem a sua cara. Dá para praticar em casa, no parque ou na academia. A melhor parte são os exercícios legais e variados, mas há ainda o benefício de a plataforma ser gratuita. Acesse Treine em Casa com a Smart Fit e saiba mais. 

Fonte: https://saude.abril.com.br/

Coletamos dados para melhorar o desempenho e segurança do site, além de personalizar conteúdo e anúncios. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Conversar
1
Precisa de Ajuda?
Olá!
Em que podemos lhe ajudar?